Touradas, rodeios, farra do boi e afins

terça-feira, 25 de maio de 2010 21:08 Postado por marcelovitor29
Há algum tempo venho pensando em escrever um artigo deste gênero. Esta idéia foi consolidada quando andando pela cidade de Juiz de Fora-MG, me deparei com cartazes de uma ONG, espalhados pela cidade protestando contra os rodeios realizados na festa country em Juiz de Fora. (Estava sem câmera e celular quando passei pelo cartaz, depois posto a foto dele)

Esta festa existe há anos no calendário turístico da cidade, e atrai bastantes espectadores da região. A festa trás não apenas rodeio, mas atrações musicais nacionalmente conhecidas como O Rappa, Parangolé (tem quem goste), Inimigos da HP, CPM 22, Detonaltas, Biquíni Cavadão, Fernando & Sorocaba, e muitos outros. Como se vê a festa leva o nome de country apenas por causa do rodeio, pois o evento abrange todos os gostos musicais, atraindo uma diversidade grande de público.

Não sou expert, e nem sei muito bem à história desta festa, e o porquê ser chamada de festa country, só sei que ela existe muito tempo aqui em Juiz de Fora. Mas o que conheço da cidade nada aqui gira em torno da pecuária, ou desta cultura country que tentaram associar a cidade. No entanto a festa que leva o nome de country tem tantas atrações do “mundo não country”.

Juiz de Fora é uma cidade na zona da mata mineira, e é a quarta maior cidade do estado, daí da para vocês terem uma noção da diversidade cultural que existe nesta cidade interiorana e cosmopolita. Digo isto tudo para indagar a existência de um rodeio aqui na cidade. Aqui não é como Barretos ou Uberaba que as cidades giram em torno da pecuária e os “ricassos” locais desfilam com pick-ups possantes e enormes chapéus botas e fivelas reluzentes pelas ruas.

Eu sou um adepto assumido aos movimentos ANTI-rodeios touradas farra do boi, corrida da vaca loca, laçada e tudo que há de crueldade com animais, mas tenho que assumir que em alguns lugares estas brutalidades estão acopladas as culturas locais. Não tem como acabar com rodeio em Barretos, ou Uberaba, não tem como acabar com a farra do boi nas pequenas cidades de Santa Catarina, como não tem acabar com a tourada na Espanha. Podem proibir mais INFELIZMENTE a pratica irá acontecer na clandestinidade, nos áras e fazendas nas zonas rurais destas cidades.

Nunca fui a um rodeio e me orgulho muito disso, mas se um dia for serei o torcedor numero um do touro. Quando digo isto muita gente se espanta, mas eu tenho explicação para tal. Em rodeios eles usam uma técnica bem cruel para fazer os touros ficarem irados de raiva, ou melhor, cheio de dor. Costuma amarrar os testículos do boi até apertar e doer fazendo o bicho pular insanamente, balançando um idiota que está montado pra baixo e pra cima, ganha aquele que ficar oito segundos montado no touro. A farra do boi, e mais ou menos assim: Soltam uns 10 bois na rua, ai a população atiça o bicho até ele ficar sedento de raiva, jogam pedra, batem, puxam o rabo, montam, fazem um escarceu com o coitado do bicho. Depois que o boi está bem machucado, mais bem machucado mesmo, não agüentando ficar em pé de dor, matam e fazem um “churrascão” regado a litros de chopp. Touradas todos nós conhecemos né, tem o toureiro, aquele cara com uma roupinha no mínimo estranha, com um jeitão de andrógino, ficam balançando aquela capinha vermelha fazendo o touro ficar possesso de raiva, e cada vez que ele finta o touro, o andrógeno espeta uma flecha afiada no lombo do boi, fazendo-o agonizar até a morte, para delírio dos espectadores que assistem tal brutalidade.

Tourada lá na Espanha, algumas regiões das Américas e em parte de Portugal, rende milhões à seus organizadores, assim como o rodeio aqui no Brasil e nos Estados Unidos também rende milhões, talvez esta seja a força maior para a banalização destas praticas, talvez mais que a razão cultural. Por exemplo: No final do séc. XIX e início do séc. XX existia na Inglaterra a luta sangrenta entre cães da raça Bulldog contra touros, no entanto esta pratica que naquela época também era cultural deixou de existir.

E por estas e por outras amigos, que eu não me sinto nem um pouco chocado com imagens como estas






E sim quando vejo alguma imagem como esta, do bicho sendo mal tratado como é em rodeios touradas e afins.


Farra do boi no interior de Santa Catarina


Rodeio em algum canto do pais


Massacre em tourada (sim, isto tudo é sangue)

7 Response to "Touradas, rodeios, farra do boi e afins"

  1. Erzsébet Says:

    Nossa, também nunca fui para nenhuma dessas atividades - rodeio, farra do boi; o nível de insanidade e falta de respeito é fora do comum. Já ouvi falar nas lutas entre bulldogs que eram símbolos de virilidade e, de fato, foram postas a baixo justamente por uma ampliação da conciencia e por uma relação de simpatia entre o dono e o cachorro. Pq não com os touros? Não digo pra levar um pra casa e chamar de Rex, mas pra q brutalidade? As fotos são chocantes, muito bom seu post!

    Flaemmchen

  2. MarijuH Says:

    oi, blog super maneiro, parabéns !

  3. Brunodisouza Says:

    legal seu blog

    da uma visitada no meu

    http://kernexzone.blogspot.com/

  4. artculando Says:

    Sempre torco para o boi hehehe

    Dah uma passada no meu blog!
    http://artculando.wordpress.com
    =)

  5. Tatiana Says:

    AFF, que cenas horríveis de se ver. Mais uma vez o dinheiro encubrindo toda moralidade, marginalizando todo bom senso.. O dinheiro às vezes me parece uma maldição viu?
    Eu acho terrível que pessoas ainda se divitam com esse tipo de entreterimento da idade média!
    Não sabia q nas touradas eram enfoadas lanças no lombo dos animais.. não sei se me envergonho, se me revolto.. acho adequado ambos.
    Mas esperar o q de pessoas que não respeitam nem os direitos humanos quiçá os direitos dos animais..
    Uma vergonha

    Ps: muito boa postagem, Parabéns!

  6. gavrielalon Says:

    é lamentável oq fazem com os touros!!
    eu nem tenho coragem de assistir um show desses, que na verdade é show de horror!

  7. Tatiana Says:

    Marcelo,
    dessa vez eu vim aki te dizer q vc ganhou um selinho do meu blog..
    Vai lá buscar ok?

    xerim

Postar um comentário